Archive | Dica RSS feed for this section

Movimento Compro de Quem Faz.

3 nov

Voltei a ter um tempo ocioso, o que obviamente não durará muito, e como sempre fiquei navegando pela internet em busca de novidades; eis que me deparo – não lembro onde, nem como – com o movimento Compro de Quem Faz. Definição retirada do próprio site: “UM MOVIMENTO A FAVOR DE ARTESÃOS E ARTISTAS CRIATIVOS E INDEPENDENTES. UM MOVIMENTO PARA INCENTIVAR O SUSTENTÁVEL E O LOCAL, POR MEIO DO APOIO ÀS PESSOAS QUE AMAM O QUE FAZEM.” Agora me digam se não é pra morrer de amor só com a definição?! Quem me conhece sabe que eu sou uma louca por arte, artesanato e coisas feitas em seu ritmo “natural”, isso até mesmo para alimentação. Sou aquela chata que faz os amigos ou os pais esperarem duas horas enquanto fico olhando uma feirinha – desde que ela não seja tosca e óbvia -. Já compartilhei com vocês, também, a minha paixão pelo trabalho da Helen Rödel, a qual tem seu grupo de artesãs e, junto delas, produz peças em tricot e crochê manualmente.
O movimento é uma realização do Tanlup, e no site vocês podem conferir várias reportagens legais e meios de apoia-lo. Na lateral do blog adicionei uma bandeira do movimento e, a partir dele, vocês podem acessar o site.

azul

xx, Lu.

34ª Casa de Criadores.

8 out

Está chegando a 34ª Casa de Criadores, que acontecerá entre os dias 14 e 16 de outubro no Memorial da América Latina, aqui em São Paulo. Um evento aguardado tanto por nós, meros estudantes, quanto por vários profissionais da área. Mas, não estou aqui para promover o evento, já que o mesmo é muito conhecido, e sim para contar que, juntamente com a 34ª edição, acontecerá a segunda edição de “Lições de Casa”, um ciclo de palestras interessantíssimas abordando temas muito úteis e importantes, e vai contar com nomes como Lilian Pacce, Karlla Girotto e outros.

Para conferir mais informações sobre as palestras acessem o site da Casa dos Criadores.

I will be there,

xx. Lu

Lucian Freud: Corpos e Rostos

25 set

Hey gente, sumi né? Trabalhos, falta de tempo, vicio em séries como a Lu e acabei ficando sem tempo pra bolar um post legal… Eis que ontem (24-09) eu e a Lu fomos ao MASP fazer um relatório sobre o Romantismo, que tem lá no acervo deles. Um amigo nosso que estava lá com a gente, nos sugeriu ir ao primeiro andar, conferir a exposição do Lucian Freud (neto do grande gênio de mesmo sobrenome, Sigmund Freud, criador da psicanálise), e é sobre isso que vou falar e sugerir pra vocês.

lucian-freud-nyr(Girl with Roses 1947-48)

É a primeira vez que uma exposição de Lucian Freud vem ao Brasil, com o nome “Corpos e Rostos” ela nos apresenta duas épocas importantíssimas de Lucian, a primeira quando ele faz alguns experimentos com gravuras e a segunda época quando ele faz obras extraordinárias com a técnica de água-forte (técnica com a utilização de metal e ácido). A mostra nos trás também alguns quadros, entre eles o Girl with Roses, que tem uma história fantástica por trás da tela e que vocês só saberão indo até lá porque eu não contarei. A exposição chega ao fim quando entramos numa área com algumas fotografias, feitas pelo auxiliar de Lucian, David Dawson, enquanto ele criava algumas de suas telas. Fotografias essas, tão marcantes e expressivas quanto as próprias obras de Lucian. Fiquem atentos ao sair da exposição, que ao lado direito terá uma salinha escura passando um mini documentário sobre a vida deste ser incrível, com duração de cerca de 27 minutos (não assisti inteiro, mas pretendo voltar com tempo para isso).

A exposição ficará no MASP até o dia 13 de outubro, com entrada gratuita as terças-feiras. Aproveitem!
xx, Mel.

The Carrie Diaries ♡

23 set
Carrie, personagem principal da série.

Carrie, personagem principal da série.

Estive sumida esses tempos pois estava totalmente mergulhada em séries, e não tinha nada que fizesse eu querer gastar meu tempo livre com outra coisa se não alguma série. Terminei de assistir The Walking Dead e New Girl, e comecei a assistir The Carrie Diaries e Apartment 23. Não pensei duas vezes em compartilhar um pouco com vocês a respeito da Carrie. A história se passa no ano de 1984, ela é uma menina de 16 anos que mora com o pai e a irmã, apaixonada por Nova Iorque consegue um estágio numa empresa de Direito em Manhattan, até que um dia conhece Larissa Loughton, Produtora de Moda na Interview Magazine. Larissa vive no mundo que Carrie quer pertencer, com amigos influentes no mundo da Moda, Música e Literatura. Obviamente Larissa não sabe que Carrie tem só 16 anos e a mantem sempre por perto, a levando a festas e eventos incríveis. E então nossa personagem se vê numa vida dupla entre o que ela almeja e o que seu pai planeja para ela.

A bolsa customizada por Carrie também é um importante personagem na série.

A bolsa customizada por Carrie também é um importante personagem na série.

A série é cheia de informações legais, com roupas super fofas, além de ser super divertida, também aborda vários assuntos como a homossexualidade, problemas de família e não saber o que fazer com seu futuro.

Pra quem tem vontade de trabalhar com revistas de Moda, dá pra sentir um gostinho e ficar querendo mais, apesar de ser uma coisa fictícia.

A primeira temporada já acabou e a segunda começa dia 25 de Outubro pela TBS Brasil.

THE CARRIE DIARIES

xx, Lu.

15 Dicas para ser mais feliz.

9 ago

Olá pessoas! Em minhas andanças pela internet me deparei com um texto no Guia Ingresse falando sobre o que você deve abandonar para ser mais feliz, e achei muito legal trazer isso pra vocês. Mas Luana, o que essas “dicas” tem haver com o blog ou com Moda? Bom, é o que eu sempre falo: a minha vontade com o blog sempre foi a de ajudar meus leitores a serem sempre eles mesmos, “livres”, não monótonos… assim, eu pontuei em negrito os itens que tem relação com essa temática!

1. Desista da sua necessidade de estar sempre certo.

Há tantos de nós que não podem suportar a ideia de estarem errados – querem ter sempre razão – mesmo correndo o risco de acabar com grandes relacionamentos ou causar estresse e dor, para nós e para os outros. E não vale a pena, mesmo. Sempre que você sentir essa necessidade “urgente” de começar uma briga sobre quem está certo e quem está errado, pergunte a si mesmo: “Eu prefiro estar certo ou ser gentil?” (Wayne Dyer) Que diferença fará? Seu ego é mesmo tão grande assim?

2. Desista da sua necessidade de controle.

Estar disposto a abandonar a sua necessidade de estar sempre no controle de tudo o que acontece a você e ao seu redor – situações, eventos, pessoas, etc. Sendo eles entes queridos, colegas de trabalho ou apenas estranhos que você conheceu na rua – deixe que eles sejam. Deixe que tudo e todos sejam exatamente o que são e você verá como isso irá o fazer se sentir melhor. “Ao abrir mão, tudo é feito. O mundo é ganho por quem se desapega, mas é necessário você tentar e tentar. O mundo está além da vitória.” Lao Tzu

3. Pare de culpar os outros.

Desista desse desejo de culpar as outras pessoas pelo que você tem ou não, pelo que você sente ou deixa de sentir. Pare de abrir mão do seu poder e comece a se responsabilizar pela sua vida.

4. Abandone as conversinhas auto-destrutivas.

Quantas pessoas estão se machucando por causa da sua mentalidade negativa, poluída e repetidamente derrotista? Não acredite em tudo o que a sua mente está te dizendo – especialmente, se é algo pessimista. Você é melhor do que isso. “A mente é um instrumento soberbo, se usado corretamente. Usado de forma errada, contudo, torna-se muito destrutiva.” Eckhart Tolle

5. Deixe de lado as crenças limitadoras…

…sobre quem você pode ou não ser, sobre o que é possível e o que é impossível. De agora em diante, não está mais permitido deixar que as suas crenças restritivas te deixem empacado no lugar errado. Abra as asas e voe! “Uma crença não é uma ideia realizada pela mente, é uma ideia que segura a mente.” Elly Roselle

6. Pare de reclamar.

Desista da sua necessidade constante de reclamar daquelas várias, várias, váaaarias coisas – pessoas, momentos, situações que te deixam infeliz ou depressivo. Ninguém pode te deixar infeliz, nenhuma situação pode te deixar triste ou na pior, a não ser que você permita. Não é a situação que libera esses sentimentos em você, mas como você escolhe encará-la. Nunca subestime o poder do pensamento positivo.

7. Esqueça o luxo de criticar. 

Desista do hábito de criticar coisas, eventos ou pessoas que são diferentes de você. Nós somos todos diferentes e, ainda assim, somos todos iguais. Todos nós queremos ser felizes, queremos amar e ser amados e ser sempre entendidos. Nós todos queremos algo e algo é desejado por todos nós.

8. Desista da sua necessidade de impressionar os outros. 

Pare de tentar tanto ser algo que você não é só para que os outros gostem de você. Não funciona dessa maneira. No momento em que você pára de tentar com tanto afinco ser algo que você não é, no instante em que você tira todas as máscaras e aceita quem realmente é, vai descobrir que as pessoas serão atraídas por você – sem esforço algum.

9. Abra mão da sua resistência à mudança.

Mudar é bom. Mudar é o que vai te ajudar a ir de A a B. Mudar vai melhorar a sua vida e também as vidas de quem vive ao seu redor. Siga a sua felicidade, abrace a mudança – não resista a ela. “Siga a sua felicidade e o mundo abrirá portas para você onde antes só havia paredes” Joseph Campbell

10. Esqueça os rótulos. 

Pare de rotular aquelas pessoas, coisas e situações que você não entende como se fossem esquisitas ou diferentes e tente abrir a sua mente, pouco a pouco. Mentes só funcionam quando abertas. “A mais extrema forma da ignorância é quando você rejeita algo sobre o que você não sabe nada” Wayne Dyer

11. Abandone os seus medos.

Medo é só uma ilusão, não existe – você que inventou. Está tudo em sua cabeça. Corrija o seu interior e, no exterior, as coisas vão se encaixar. “A única coisa de que você deve ter medo é do próprio medo” Franklin D. Roosevelt

12. Desista de suas desculpas.
Mande que arrumem as malas e diga que estão demitidas. Você não precisa mais delas. Muitas vezes nos limitamos por causa das muitas desculpas que usamos. Ao invés de crescer e trabalhar para melhorar a nós mesmos e nossas vidas, ficamos presos, mentindo para nós mesmos, usando todo tipo de desculpas – desculpas que, 99,9% das vezes, não são nem reais.
13. Deixe o passado no passado.
Eu sei, eu sei. É difícil. Especialmente quando o passado parece bem melhor do que o presente e o futuro parece tão assustador, mas você tem que levar em consideração o fato de que o presente é tudo que você tem e tudo o que você vai ter. O passado que você está desejando – o passado com o qual você agora sonha – foi ignorado por você quando era presente. Pare de se iludir. Esteja presente em tudo que você faz e aproveite a vida. Afinal, a vida é uma viagem e não um destino. Enxergue o futuro com clareza, prepare-se, mas sempre esteja presente no agora.
14. Desapegue do apego.

Este é um conceito que, para a maioria de nós é bem difícil de entender. E eu tenho que confessar que para mim também era – ainda é -, mas não é algo impossível. Você melhora a cada dia com tempo e prática. No momento em que você se desapegar de todas as coisas, (e isso não significa desistir do seu amor por elas – afinal, o amor e o apego não têm nada a ver um com o outro; o apego vem de um lugar de medo, enquanto o amor… bem, o verdadeiro amor é puro, gentil e altruísta, onde há amor não pode haver medo e, por causa disso, o apego e o amor não podem coexistir), você irá se acalmar e se virá a se tornar tolerante, amável e sereno… Você vai alcançar um estado que te permita compreender todas as coisas, sem sequer tentar. Um estado além das palavras.

15. Pare de viver a sua vida segundo as expectativas das outras pessoas.

Pessoas demais estão vivendo uma vida que não é delas. Elas vivem suas vidas de acordo com o que outras pessoas pensam que é o melhor para elas, elas vivem as próprias vidas de acordo com o que os pais pensam que é o melhor para elas, ou o que seus amigos, inimigos, professores, o governo e até a mídia pensa que é o melhor para elas. Elas ignoram suas vozes interiores, suas intuições. Estão tão ocupadas agradando todo mundo, vivendo as suas expectativas, que perdem o controle das próprias vidas. Isso faz com que esqueçam o que as faz feliz, o que elas querem e o que precisam – e, um dia, esquecem também delas mesmas. Você tem a sua vida – essa vida agora – você deve vivê-la, dominá-la e, especialmente, não deixar que as opiniões dos outros te distraiam do seu caminho.

Eu sei, eu sei, muitas dessas coisas são difíceis e para alguns pode parecer impossível… mas, com um pouco de força de vontade, podemos conquistar o que quisermos, basta você querer ser uma pessoa melhor.

Por fim, alguns posts onde eu tratei sobre essa temática de ‘ser você mesmo’: O que é ser diferente?, Fuja do seu óbvio…, O que te inspira?. E também fiquem com esse post da Mel, onde ela falou sobre mudanças: Vamos Mudar?.

Espero que façam um ótimo proveito dessas dicas, são coisas simples, mas são valiosas, além de que várias delas nos submetem a desafios pessoais, e isso é bom para um auto conhecimento!

xx, Lu.

Fonte:http://guia.ingresse.com.br/2013/05/15-coisas-que-voce-precisa-abandonar-para-ser-feliz/

Brechós online

22 jul

Tem aquela peça no armário que queria passar pra frente? Quer uma roupa legal pra usar no final de semana com um precinho bacana? Por que não optar por um brechó online?
Ultimamente a venda e compra de roupas em brechó aumentou muito e as páginas no facebook surgiram como opção pras pessoas anunciarem suas roupas e acessórios.

O primeiro brechó surgiu no século XIX, no Rio de Janeiro, por um mascate chamado Belchior, que começou a vender roupas e acessórios de segunda mão, e só com o tempo foi chamado de “brechó”.

Eu e a Lu entramos nessa onda e criamos uma página pras peças de cada uma. Pra comprar as coisas é só entrar em contato com a gente por comentário nas fotos ou por inbox, tiramos fotos das roupas no corpo, damos mais detalhes, fazemos trocas caso vocês também tenham interesse, enfim, negociamos um bom jeito de todos saírem felizes haha 🙂

1005153_210199932467515_2098271849_n

A pagina da Lu é a Uma Dose de Desapegos

esquecidos no varal2

e a minha é a Esquecidos no Varal

Espero que vocês curtam nossas páginas e comprem/troquem nossas coisinhas!
xx, Mel.

To inspire…

16 abr

Taí, eu e a Lu estamos um pouco (muito rsrs) em falta com o blog, mas é aquilo, estamos cheias de trabalhos que falta tempo até pra respirar… Mas hoje não tivemos aula (mas tivemos trabalhos pra fazer) mas me sobrou um tempinho e eu fui pesquisar uns looks no lookbook e eis que eu encontrei a Taru L, de Barcelona.

Não foi somente o primeiro look, mas quase todos que ela posta que me fizeram morrer de amores por ela, pelos looks dela e pelo cabelo dela (miss u, long brown hair) e resolvi compartilhar alguns dos meus preferidos e o perfil dela pra que vocês pudessem morrer de amor também.

Sem Título-1

Sem Título-2 cópia

Sem Título-3 cópia

Sem Título-4 cópia

Sem Título-5 cópia

Sem Título-6 cópia

Sem Título-7 cópia

Sem Título-8 cópia

Sem Título-9 cópia

Sem Título-10 cópia

Sem Título-11 cópia

 

Eis o perfil dela: http://lookbook.nu/user/1293351-Taru-L/looks

xx, Mel.